segunda-feira, julho 23, 2007

REFLEXÃO




No post “TEMPO PARA MÚSICA” coloquei um tema de “P!NK” que considero bastante bom e muito pertinente.
Agora imaginem se um cantor português resolvesse escrever e apresentar ao público um tema deste género, sem papas na língua e com variadas acusações pessoais ao nosso Primeiro-Ministro? Quantos processos sofreria? E porquê? Porque neste país a liberdade de expressão está a acabar e utilizam os tribunais como uma forma punitiva de tal.
Exemplo que acompanhamos perplexos é o caso de António Balbino Caldeira, que foi processado pelo cidadão José Sócrates por este se sentir “ofendido” com os documentos e textos que António Balbino Caldeira colocou no seu blog “Do Portugal Profundo”.
Pedidos ao Primeiro-Ministro do meu país:
- Retire o processo a António Balbino Caldeira.
- Foque-se nos problemas reais de Portugal.
- Lidere bem a sua equipe.
- Não perca tempo com actos que descredibilizam o nosso país.
- Represente Portugal da forma que ele merece.
- Preocupe-se e aja em função dos problemas reais, não aposte em grandes projectos enquando os pequenos não estão concluídos.
- Ajude-nos a subir degraus, não a desce-los.
- Por favor, não me chame utópico.

4 comentários:

António Sabão disse...

Muito bem,amigo Bernardo Moura, boa reflexão:)

Bernardo Moura disse...

Grande Sabão,
Obrigado!
Abraço

gasolina disse...

E acrescento:

Por favor, não atente à inteligência dos Portugueses,

Nem

Nos miserabilize mais!

Já chega.

Bernardo,
Espero que as mini-férias tenham valido!

Um abraço!

Bernardo Moura disse...

Cara Gasolina,
forma poucas mas foram optimas!
Abraço