quarta-feira, julho 18, 2007

Mais um caso de reforma negada

"Foi conhecido mais um caso de uma professora com cancro a quem foi negada a reforma antecipada. Actualmente continua a trabalhar, agora na biblioteca da escola onde antes dava aulas, na Figueira da Foz, e sofreu um aumento de horário, das 18 para as 35 horas semanais."
SIC


Juntemos a estas medidas, de manter os doentes a trabalhar, as reformas de mer#a que grande parte dos idosos mais necessitados recebem e temos a formula para conseguir evitar que a CGA/SS(a nossa não a do bigodito alemão) vá ao charco... poupa-se nas reformas e pensões destes doentes e velhos empecilhentos para poder dar aqueles que tanto fizeram pelo nosso pais nos últimos trinta anos. Que certamente nada tem a ver com estas pessoas doentes ou velhos cansados por terem trabalhado 30/40 anitos em coisas menores que em nada contribuíram para o sustento ou desenvolvimento que o país teve neste período.


Isto funciona como bolsas de mérito, não temos nada que reclamar, afinal se não fosse esta esplendorosa gestão de meios e recursos feita por todos aqueles que agora recebem as chamadas "reformas douradas" o nosso pais não seria este "El Dourado" a beira mar plantado.


Senhores governantes e principalmente ex-governantes muito obrigado pelos exemplos que deram e dão e caminho que traçaram para o meu país, estou muito orgulhoso de vós...

4 comentários:

Anónimo disse...

Cada vez temos mais exemplos de como é esta POLITICA PORTUGUESA.
Exemplos a seguir pela maioria dos PORTUGUESES.
EXEMPLOS a seguir nas próximas eleições.
touaqui42

GMaciel disse...

Infelizmente contribuí para esta maioria... mea culpa, mea culpa, mea máxima culpa!
Espero que Deus me perdoe porque receio que o meu filho não o consiga fazer!
:(

Bernardo Moura disse...

Posso ser curto e directo?
É melhor não..

Bernardo Moura disse...

É melhor não o caraças!
PUTA-QUE-OS-PARIU!