segunda-feira, março 12, 2007

O hOmEm PeQuEnInO




Um dia um homem pequenino conseguiu atingir um lugar muito alto.

Para atingir esse lugar muito alto ele fez muitas trafolhices, mas lá conseguiu o que queria.

Mal teve oportunidade, o pequenote começou a tentar meter-se em tudo o que não lhe dizia respeito e as pessoas começaram a ficar muito zangadas com ele. Mas ele sabia que dificilmente lhe fariam alguma coisa devido ao lugar alto em que estava.

Foi levando as suas ideias, muito estúpidas em frente e sempre a causar estragos onde quer que as suas ideias fossem colocadas em pratica. Cada dia surgia uma nova idiotice. Depois passaram a existir várias idiotices por dia. Ao fim de uns tempos as idiotices que ele praticava por dia eram tantas que foi proposto ele entrar para o "Guiness Book" como sendo o maior idiota do mundo. De tão idiota que é aceitou, pois julgou que o estavam a elogiar.

Um dia chegou uma senhora ao pé dele e disse:- Meu, vais ter de sair daí de cima. O pequenito:- Não vou! A senhora:- Por agora não sais mas daqui a muito pouco tempo vais mesmo sair.

Passou-se esse tempo e o pequenote foi obrigado a sair do alto. Ele fez muita resistência mas chamaram um menino de quatro anos que foi lá e deu-lhe um pontapé no rabo e ele caiu.....

De quem falo?

8 comentários:

GMaciel disse...

Difícil resposta, há tanta gente pequenina em altos lugares!?
Só mais uma dica: é português? Norte-americano??? Inglês???
:)

Bernardo Moura disse...

Se der essa dica é muito fácil!
Não é careca,não penteia o cabelo para trás.
Mais tornasse muito fácil.

Ferreira dos Santos disse...

Ora, já sei quem é! Só pode ser o Marques Mendes ou o Sócrates de joelhos!
abraço

Bernardo Moura disse...

Não.Ainda está longe.

Bernardo Moura disse...

outra dica:
tradução de arroz para outra lingua.

Bernardo Moura disse...

Outra dica:
o nome começa por G.
Acho que não é necessário mais dicas.

Bernardo Moura disse...

George W.Bush

Bernardo Moura disse...

Arroz-Rice(penso eu!?)
Condolleza Rice-George W. Bush.
Não era dificil!
Abraços