sexta-feira, fevereiro 09, 2007

POST ABERTO
















ESPAÇO ABERTO!
VALE TUDO!
EXCEPTO PONTAPÉS NOS...!:)

13 comentários:

Bernardo Moura disse...

Há uns dias quando me dirigia para o Porto pela IC24, quando vi a placa que indicava que faltavam 2000 metros para entrar na A3 resolvi medir pelo conta-quilometros do meu carro, o erro é só de 500 METROS!?

Jofre Alves disse...

Caro Bernardo: passei para ver se havia novos artigos, sempre do meu inteiro agrado pela que diz, e desejar bom fim-de-semana para si e bons votos, e u que não sou devoto!

Tongzhi disse...

Ó Bernardo,
Mas o erro será deles ou do teu conta-quilometros?

he he he

Bernardo Moura disse...

Caro Jofre Alves,
Desejo-lhe também um excelente fim-de-semana!
Abraço!

Bernardo Moura disse...

Caro TongZhi,
Não é erro do meu conta-quilometros porque já medi em vários pontos de autoestradas, nas placas que têm os quilometros.
A IC24 foi concluida há muito pouco tempo e tem imensos erros, este até é dos menos graves.
Abraço!

Bernardo Moura disse...

O CEGO E O EXAME DE PRÓSTATA

O cego vai no médico fazer exame de próstata. Lá chegando pergunta pro médico:
Dr. este exame dói?
O médico responde:
-Só um pouquinho...
O cego pergunta:
-Dr. posso pedir uma coisa?
Sim-responde o médico.
-Eu posso pegar no seu pênis enquanto o sr. faz o exame?
O médico meio desconfiado, responde:
-Sim.
Mas o médico fica intrigado e pergunta:
-Mas porque você quer segurar o meu pênis?
O cego responde:
-É para ter certeza que o Sr. vai colocar o dedo...

Swatch disse...

Neste espaço aberto, aproveito para dizer que tenho de experimentar o restante, agora concluido, do IC24 - é porque o Porto continua a bater aqui no peito!!!

Bernardo Moura disse...

O Porto é uma cidade muito especial! É claro que Portugal tem muitas cidades fascinantes, mas o Porto é o Porto!
Abraço!

Ferreira dos Santos disse...

Caro Bernardo. iniciei um blog que gostava que visitasses: http://cartoonices.wordpress.com

abraço
Ferreira dos Santos

Alberto Moura disse...

O que faz um espelho em África.

Um negro deixa a mulher na palhota vai à aldeia mais próxima.
Numa montra vê, pela primeira vez, um espelho e diz:

- É pá este loja tem ritrato di meu Pai.

Entra na loja, compra o espelho e vai a correr para a palhota
mostrar "ritrato do Pai " à mulher. Quando chega a casa não vê a
mulher. Pousa o espelho e volta a sair. Entretanto a mulher chega
e vê o espelho.
Sai a correr e vai até à palhota da sua mãe aos berros. Diz
então:
Mãããeeee, marrido tem ritrato de amanti no palhota. Marrido
anda enganando a mim.
A mãe sai furiosa da sua palhota com a filha e vão as
duas ver retrato da amante.

Quando a mãe vê o espelho diz:
- xxxiiiii!!!!!!!...., inda por cima os puta é velha pá!!!...

(atenção não sou racista!)

Bernardo Moura disse...

Caro F´Santos,
Claro que vou visitar!
Abraço!

Bernardo Moura disse...

Ontem foi lançado o livro de Maria Porto "A Tua Amiga".
Ainda não li o livro.
Já visitei o blog dela e é interessante, engraçado, diferente e...e...visitem é em http://atuaamiga.blogs.sapo.pt !

Bernardo Moura disse...

Um miúdo saía com uma rapariga judia e queria casar-se com ela, e para isso precisava da autorização do pai. Ao chegar a casa dela o pai
explicou-lhe:

- "Nós somos judeus e temos uma forma peculiar de fazer as coisas.

Se quiseres casar com a minha filha tens que passar uma prova.

Toma esta maçã e volta amanhã."

O tipo saiu alucinado de casa. No dia seguinte voltou.

- "Muito bem ,disse o pai, que fizeste com a maçã?"

- "Comi-a. Tinha fome."

O pai replicou: - "Vês! muito mal. nós judeus descascamos a maçã e com a
casca fazemos um delicioso licor. Partimos em duas e damos metade aos pobres
e a outra repartimos com a nossa família. Metade das sementes vendemos no
mercado e a outra metade, quando tivermos mais, plantamos. Já viste como
somos?

Bom, vou-te dar outra oportunidade. Toma este chouriço e volta amanhã."

O tipo saiu um pouco lixado e voltou no dia seguinte.

- "Então, que fizeste com o chouriço?"

- "Com o fio fiz uns cordões para os meus sapatos, com o chumbinho fiz uma
coisinha para pôr no fio da sua filha. Parti o chouriço a meio, cortei-o em
rodelas e metade dei aos pobres e a outra metade reparti com a familia"

- "Muito bem! E que fizeste com a pele?"

- "Com a pele fiz um preservativo, mandei uma queca na sua filha e
trago-lhe aqui o leite para fazer um galão!