quinta-feira, fevereiro 08, 2007

APELO DE SÉRGIO GODINHO

ESPALHEM A NOTÍCIA, ou CHAMEM A POLÍCIA ?
Acabo de receber, por vários amigos, a notícia:
Um "blogue do não" usou nas suas páginas uma canção minha, para, em última análise, promover os seus pontos de vista em relaçao ao referendo de Domingo.Para mim, não é um assunto novo. Muitas vezes, canções inteiras foram usadas em contextos ampliados — e muitas vezes amplificados. E muitas outras se apropriaram de frases minhas para dizer — e pensar — outras coisas. Goste ou não goste (e gosto várias vezes) acho que tudo isso faz parte de qualquer acto creativo. Se não o quisesse expor a esse risco, guardava-o na gaveta.Só que há limites, claro.Desde já, neste caso enganaram-se, não só na intenção, mas no próprio título da canção.Em vez de "Espalhem a notícia" deviam ter posto (e postado) "Chamem a polícia"...A minha canção é uma elegia à qualidade da vida, e também à alegria consciente de dar à luz um novo ser.Nada que se pareça com humilhação, falsas promessas de apoio a gravidezes indesejadas, sugestões de trabalho comunitário para substituir penas de prisão, e outras pérolas que tais.E sim, sim à vida que a canção exalta e reconhece.Espalhem a notícia.
-
Sérgio Godinho

5 comentários:

Tongzhi disse...

Eu acho que eles (os do não) estão desesperados! Será?
Este aproveitamento é lamentável.

Bernardo Moura disse...

Não sei se estão desesperados, mas não tem o direito de utilizar a música de Sérgio Godinho para fazer a sua campanha sem a sua autorização.
É um abuso.

Tongzhi disse...

Bernardo,
Tinha pensado fazer um post e remeter para o teu blog. Mas como neste momento não tenho disponibilidade para isso, optei pela solução que sugeriste

Abraço

Bernardo Moura disse...

O.K.
Abraço!

Alberto Moura disse...

Os direitos de autor devem ser sempre reconhecidos e por isso antes de serem utilizadas publicamente qualquer criação, seja ela qual fôr, deve ser pedida autorização ao seu autor.