sexta-feira, fevereiro 16, 2007

LIVE EARTH















"Al Gore anuncia um «Live Earth» contra o aquecimento global.""O ex-vice-presidente norte-americano Al Gore, arauto da luta contra oaquecimento global, anunciou hoje uma campanha mundial de sensibilização para este fenómeno com um concerto nos sete continentes baptizado «Live Earth» a 7de Julho próximo.Intitulado «SOS - A campanha para um clima de crise», esta iniciativa«destina-se a desencadear um movimento mundial para combater a crise climática», indicaram os seus organizadores, entre os quais Al Gore e o instigador de «Live 8» de 2005 Kevin Wall, durante uma conferência de imprensa em Los Angeles.A iniciativa quer «atingir o público em todos os cantos do globo via televisão, cinema, rádio, Internet e Live Earth, um concerto de 24 horas a 7de Julho de 2007 em sete continentes que reunirá mais de cem artistas musicais de renome mundial», de acordo com a mesma fonte.Os promotores disseram que os concertos vão ter lugar em Xangai (China),Joanesburgo (África do Sul), Sidney (Austrália), Londres (Reino Unido) e cidades ainda a anunciar no Japão, Brasil e Estados Unidos.Um dos concertos terá lugar na Antártida, disse Gore.O cantor de rap Pharrell Williams prometeu «a maior festa da Terra».Mais de 100 artistas e bandas deverão actuar, nomeadamente Foo Fighters, LennyKravitz, Sheryl Crow, Melissa Etheridge, John Mayer, Duran Duran, Korn,Pharrel, The Black Eyed Peas, Akon, Enrique Iglesias, Faith Hill e Tim McGraw."

Excelente iniciativa!
Penso que será mais um marco na história mundial!
Aguardo com ansiedade!

3 comentários:

GMaciel disse...

É uma excelente iniciativa, de facto, mas estas coisas deixam-me sempre na dúvida sobre o seu resultado prático. Talvez, e no mínimo, sirva para despertar consciências porque esse é o primeiro passo para a resolução do problema. Esperemos que sim!

Bernardo Moura disse...

Também penso que sim!

Miss Alcor disse...

Hum... parece realmente ser uma boa iniciativa, mas de qualquer maneira não consigo gostar desse senhor!
Acho-o um oportunista! Se estivesse no governo, acabaria por ser como todos os outros!