quarta-feira, fevereiro 04, 2009

PERDA

Infelizmente nem tudo na vida corre como esperamos.
Infelizmente há coisas que fogem ao nosso domínio.
Infelizmente a minha esposa teve um aborto espontâneo.
Custa muito aceitar.
Porquê?
Bem, o porquê é que o feto não era saudável. Houve má formação e o organismo defendeu-se.
Mas fica sempre o porquê. Porque é que foi assim?
O sentimento é de um vazio.
Estamos tristes.
Mas, a vida continua e temos de seguir.
É assim..

26 comentários:

Luis Portugal disse...

Olá Bernardo
Sinto muito o sucedido, sinceramente.
A vida continua e pela vossa frente ainda existe um mar de esperanças, tudo irá correr melhor, verá!
É sempre triste perder uma esperança, mais ainda quando já é crescida, eu perdi um filho com 14 anos e hoje é um Anjo que vela por mim.
Um abraço

António Sabão disse...

Lamento imenso amigo! :(((
Abraço para ti e beijinhos para a Andreia!

tronxa disse...

Oh...

Fica sempre a pergunta, mas também fica sempre a esperança de que para a próxima tudo corre melhor.

E, nas primeiras gravidezes, há muito mais abortos do que se pensa, é natural havê-los, é o corpo a preparar-se para os fetos vindouros!

Pensamento positivo para os dois, sim?!?!

Bjnhs pa ti e para a Andreia
(espero que com ela já esteja tudo bem, pelo menos fisicamente...)

Miriamdomar disse...

Olá Bernardo e Andreia

Lamento muito ,amigos!
Mas isso ,é mais comum do que voçês pensam!
O nosso corpo, tem maneiras de se defender!
Mas o vosso amor, supera tudo isso! Voçês têm uma vida pela frente que vos sorri !
beijos para aos dois

Andreia disse...

tronxa,
fisicamente estou a recuperar bem :)
Era a segunda gravidez, tenho uma filhota com 5 anos que nasceu de uma gravidez normal... mas tinha mesmo que ser, pelo que nos explicaram, o embrião tinha deixado de crescer. Não havia outra hipótese, pelos vistos.
Mas tudo se supera, com amor e vontade :)

Bjo

Bernardo Moura disse...

Amigo Luís Portugal,
acredito que a sua perda foi não é de uma dor extrema.
A minha perda foi grande, mas falando de um modo cru ainda era um feto que não sofreu. O seu é bem diferente.

Forte abraço

Bernardo Moura disse...

Amigo Sabão,
eu sei que estás connosco.

Grande abraço

Bernardo Moura disse...

Amiga Tronxa,
tenho consciência disso, que os abortos espontâneos são frequentes. A vida vai-nos presentear, a seu tempo.
A Andreia tem algumas dores, normais da situação mas nada de grave.
Obrigado!

Beijos grandes

Bernardo Moura disse...

Amiga Miriam,
nós sabemos que é mais comum do que muitas pessoas pensam.
Contudo o facto de ser comum não deixa de nos abalar.
Claro que a vida nos trará, a seu tempo um filho/a lindo.

Beijos grandes

tronxa disse...

Próxima vez, mando o meu anjinho da guarda dar-vos uma asinha!!

É um "bom rapaz" tomou conta de 3 gravidezes minhas e de toda a minha vida (que não é trabalho nada fácil...)!!

Bjnhs e melhoras rápidas da Andreia

Bernardo Moura disse...

Obrigado!

Beijinhos

Ana (Espinho) disse...

..." o que não nos quebra torna-nos mais fortes..."
Um grande abraço

Paulo disse...

Eu nem quero sequer imaginar o que é ter de passar por uma situação dessas...
Bernardo, força!
A vida voltará a sorrir da próxima vez :)

Forte abraço!

Bernardo Moura disse...

Amiga Ana(espinho),
é verdade.
Obrigado!

Bj

Bernardo Moura disse...

Amigo Paulo,
muito obrigado pelas tuas palavras.

Ab

isis disse...

Olá Bernardo, fiquei hoje a saber, lamento imenso....
Foi e é uma pena.
Desejo-vos as melhoras

lino disse...

Amigo Bernardo,
Não vele a pena dizer mais nada, pois já foi tudo dito. O que é preciso é ânimo e tentar outra vez quando for oportuno, pois ainda tendes uma vida à vossa frente.

Grande abraço,

Diabba disse...

Pode não ser a melhor coisa para dizer neste momento, mas vou dizer na mesma:

Já passei 3 (três) vezes por esse "filme", é mau, mas sempre a acreditei (e continuo a acreditar) que a natureza é muito mais sábia do que nós suspeitamos.

Alivia, se começarem a pensar que a natureza vos fez um favor, e o que vier (porque vão, logo que possam "trabalhar" nisso), virá uma perfeição!

beijo d'enxofre

Bernardo Moura disse...

Amiga Isis,
obrigado pelas tuas palavras.

Bj

Bernardo Moura disse...

Amigo Lino,
é verdade.
Obrigado!

Grande abraço

Bernardo Moura disse...

Amiga Diabba,
com certeza que virá uma perfeição.
Obrigado!

Bj

Sofia Formozem disse...

Bernardo e Andreia,

Estou e estarei sempre a vosso lado para vos apoiar sempre...e incondicionalmente.
Muitos beijos e abraços

Bernardo Moura disse...

Minha mãe,
nós sabemos!

Beijos grandes

loura decidida disse...

Bernardo;
mima muito a Andreia e esperem.
Tenho a certeza que é dificil, passamos por muito até conseguir esquecer, mas quando a dor é dividida por dois torna-se mais facil suportar.
Passei pelo mesmo fez ontem um ano e agora ando a concentrar-me em ter outra gravidez.
Tenho a certeza que tudo vai ser melhor daqui para a frente, desejo-vos tudo de melhor :)

Maria disse...

De vez em quando a vida prega-nos umas partidas. Como tu dizes fica o porquê e a sensação de vazio, e depois, numa nova gravidez vai ficar o medo de que volte a acontecer. São uma série de passos que só torna a vossa ligação mais forte e vos fará apreciar melhor o filhote(a) lindo que hão-de ter.

Bernardo Moura disse...

Amiga Maria,
obrigado pelas palavras simpáticas!

Bj