domingo, junho 03, 2007

Não permito...


O meu país está azedo.
Não estou a gostar da forma como o meu país está a ser desencaminhado.
Sinto que se está a formar um cerco, detesto sentir-me cercado.
Não permito que me tentem “prender” ideias.
Não admito perseguições.
Não aceito que gozem comigo e com os meus compatriotas, que lutam honestamente para viver um dia-a-dia saudável.
Estão a tentar “saturar” o ar.
Assisto a uma tentativa de “limpeza”.
Vejo que “calcam” tudo.
Não permito.
Não deixo.
Não verei este país bloqueado e totalmente a saque, porque não vou deixar.
Podem pensar: “mas quem é que pensas que és?” e eu respondo, humildemente: “sou uma pessoa de bem, sabem quem são as pessoas de bem? Não? Eu explico.
São aqueles que trabalham honestamente. São aqueles que ajudam a pessoa que está ao lado a necessitar. São os que deitam a cabeça na almofada e antes de dormir pensam:”sinto-me bem por ser como sou”. São pessoas que partilham e espalham a felicidade mesmo quando não se sentem bem com o que os rodeia. São pessoas simplesmente puras. São pessoas que não permitem que lhes roubem a felicidade, a liberdade, o pouco que ganham para sobreviver. São pessoas que não temem nada, ninguém. São pessoas que não gostam de ser enganadas, detestam mentirosos e mesmo assim são capazes de perdoar quem se redime, que parou para pensar e disse em alto e bom som: “ Errei, desculpem-me.”.
Muitas mais características definem as pessoas de bem, mas a fundamental para mim e a que utilizo para resumir as pessoas de bem é chamar-lhes PESSOAS.
As PESSOAS e eu não permitimos que nos calquem e que tentem desfazer o nosso país.
Não é aviso, não é ameaça, é um facto.

8 comentários:

Ferreira dos Santos disse...

Muito bom texto! Concordo plenamente contigo!
Abraço

Tongzhi disse...

Eu também o assino em baixo. Isto está de mal a pior!!!

candida disse...

eu tb. tou contigo nessa.
mas eu fico abismada com a diferença de registo de uns blogs para os outros.

pinguim disse...

Caro Bernardo
Há tempos leio os teus comentários nalguns blogs de amigos comuns, principalmente no do Ric, e foi com curiosidade que vim visitar o teu blog, mas foi sem surpresas que encontrei um blog bem estruturado, de alguém que sabe o que qer e de como deve estar na vida.
Mais a propósito, não poderia ser, este comentário estar num édito que é um "grito" que muitos de nós sentimos ter necessidade de soltar.
Se não te importas, vou lincar-te, e virei mais vezes; quando achar oportuno, direi algo. A minha "casa" está à tua disposição, claro está.
Abraço.

Bernardo Moura disse...

Cara Candida,
"..mas eu fico abismada com a diferença de registo de uns blogs para os outros."
Poderia explicar melhor?

Bernardo Moura disse...

Caro Pinguim,
muito obrigado pelas palavras simpáticas.
A sua visita é será sempre uma honra!
Grande abraço

Miss Alcor disse...

Genial!

Estás lá Bernardo!

Bernardo Moura disse...

Querida Miss Alcor,
eu sei que tu também!
Beijo