terça-feira, julho 08, 2008

POEMA


Deixa-me estar
Volta para mim
Tira-me da solidão
Dá-me a tua mão
Retira-me deste exílio
Quero estar
Quero sentir
Vamos fugir
Neste intervalo
Dá-me um abraço
Retira-me deste exílio
Quero sentir a vida
Vamos
Vamos fugir
Neste intervalo
Retira-me deste exílio
Podemos ficar
Mas não me deixes mal
Vai-te embora
Fica
Vai
Não, não
Fiquemos!

9 comentários:

xico man disse...

Muito bom a troca de ideias esta excelente!Ab

Bernardo Moura disse...

Obrigado!
Ab

xico man disse...

De nada!
Ab

D.Antónia Ferreirinha disse...

Se fugires , pá, foge pra longe e para um local onde o Sócrates não impere nem domine, ou seja , um local melhor do que.....este país à beira mar, lixado.
Beijinho.
Rsrsrsrs.

Bernardo Moura disse...

Pois é.
Mas para onde? Marte? :)
Bjs

miriamdomar disse...

Xi! Que stress!Tás a precisar de férias !
Apesar disso, inspiração não te falta! O " fiquemos " havia de ser substituido por "vamos" !
É a melhor solução, para o stress!

Bernardo Moura disse...

O "fiquemos" é num sentido pacifico.
:)
Precisar de férias? Eu? Naaaaa

Anónimo disse...

Em que se fica.
Vai-se ou fica-se
touaqui42

Bernardo Moura disse...

Em paz? Em qualquer lado!
:)
Ab