quinta-feira, maio 03, 2007

POEMA


Irónica.
A vida muitas vezes é irónica.
Lutadores e lutadoras que acabam vencidos.
Batalham em função dos outros.
Seres que consideram que a vida dos outros está em primeiro plano.
Seres que não dão prioridade a si mesmos.
Seres que amam tanto os outros que se esquecem deles.
Seres magníficos, estes.
Quando surge uma oportunidade,
Um tempo
Para olharem para elas.
A vida prega-lhes uma ironia.
A ironia da morte.
Seres estes que nos ficam no coração.
Nos deixam cheios de admiração.
Fazem-nos reflectir todos os dias.
Fazem-nos ponderar muito e
Reflectir sobre os nossos egoísmos.
Quase que nos obrigam a viver,
Viver intensamente.
Viver o que Eles não viveram.
Não que Eles se sintam mal por não ter vivido o que mereciam.
São Seres especiais,
Bestiais
Fenomenais.
Prendas para nós, humildes desconhecedores do que é realmente viver para DAR!
Bem HAJAM!

4 comentários:

Miss Alcor disse...

Força aí Bernardo!

Bia disse...

"Seres que não dão prioridade a si mesmos."
Isto é verdade, e uma pena...

Bernardo Moura disse...

Cara Bia,
continue.

Anónimo disse...

Se a VIDA É IRÓNICA.....
SEM DÚVIDAS ALGUMA......
touaqui42