quinta-feira, maio 31, 2007

Sócrates e «As 1001 Noites»













"Segundo nos dizem, Vladimir Putin é cinturão-não-sei-quantos de não-sei-quê - um desportista, portanto. Quer isso dizer que não estamos livres de que, um dia, de visita a Portugal, o Governo Civil mande cortar o trânsito na Praça do Comércio para ele dar umas corridinhas - se tal for o seu capricho? Não me palpita, pois o homem, pense-se dele o que se pensar, aparenta ter o senso das proporções e - por maioria de razão - do ridículo. Não parece, no entanto, ser esse o caso de José Sócrates, que não se importou nada que um dos locais mais famosos do mundo (a Praça Vermelha, de Moscovo) tivesse esse bizarro tratamento para que ele pudesse fazer o seu "jogging" matinal. Ah, como tinham razão os autores anónimos d' «As 1001 Noites» quando punham o califa Harun-al-Raschid a disfarçar-se de mercador para, circulando anonimamente nas ruas e mercados do país, saber o que o povo pensava de si! Na realidade, é algo de semelhante que falta a muito boa gente que, uma vez alcandorada ao poder (e isolada do mundo-real por uma multidão de "yes-men"), é incapaz de se ver de fora e de se aperceber das tristes figuras que faz..."
CMR

Excelente texto.
Colocado com a permissão do autor.

7 comentários:

Miss Alcor disse...

Parece que o primeiro só corre quando vai para fora! É aí e quando há maratonas!
Corre por aí o boato que gosta de se fazer especial! Mas eu não acredito... afinal ele é um homem de palavra e convicções... not!!!!!!!!!

Bernardo Moura disse...

Querida Miss Alcor,
é verdade! lol
Beijo

Bia disse...

Que ridículo, havia de ter tropeçado e ter batido com a cabeça no chão...

Bernardo Moura disse...

Querida Bia,
isso é que é amor!:)
Bj

Carlos Medina Ribeiro disse...

Este texto foi publicado hoje no PÚBLICO, como carta.

Anónimo disse...

Se não aparece é ESQUECIDO.
MOSTRAR o FISICO é do CARULHO mesmo.
touaqui42

Bernardo Moura disse...

Caro Medina Ribeiro,
vou ler!
Grande abraço