terça-feira, maio 29, 2007

Estórias..-III



Tibe de ir trabalhare hoje. Custoume de carago. Alebantei-me às seis da manhãe.Fuogo. Taba frio. O meue paie chamou-me e disse-me: - ôlha bê se trabalhasbenhe cu meu patrom num é pa brincadeiras e à primeira manda-te imbora. Agoraala que se faz tarde.Labei a cara e a minha bó fez-me umas sopas de binho e deu-me dois aérios pócafê.Quando chegueie à obra fiqueie burro. Era um prédio grande memo grande. Pensei:Tõ feito.E pensei bem. Amandaram-me logo carregar tijolos pó ultimo andare. Fonix.Lá fuie lebando os tijolos pa cima na minha e uns gaijos começaram a amandar filetes: - ôlha-me este chabalo que num pode nem cum uma pena a carregar tijôlos, ah..ah..! Eu num me fiquei e : - olha-me para este côta a espetar massa na parede, parece um paneleiro a dançare, ah..ah..!
O gaijo passou-se e beio ter cumigo: - Ó chabalo, queres comer um na boca?, Eu: - eu costumo comer pela boca, agôra comer na boca num me apetece, mas tas male? O gaijo: - Tou e bou-te partir os dentes. E trau! Lebei uma pêra na boca que até bi estrelas. O meue paie apareceu e desatou à porrada com o gaijo. A certa altura beio o patrom e fomos todos despedidos. Fiquei memo mal. O meue paie deu-me uma coça. A minha bó deu-me uma coça. A minha bizinha deu-me uma chapada. O meu bizinho deu-me um biqueiro nu cu.
Passados uns dias o meue paie conseguiu bultar pá obra e eu tou desempregado a ajudare a minha bó a labar e a arrumar a casa. De bez enquando lá fumamos uns cigarros que eu fano ao Zé e jogamos cartas, sempre que ganho a minha bó pega na sóca e dá-me cum ela na cara.E assim bou andando, bem ai a carreira, já sabes qualquer coisa és meu primo, abraçom!

8 comentários:

Enfim... disse...

custou a dessifrar o raio do texto lol mas consegui. Isso como diria uma das burras daquele programa da tv essa é a lingua nacional portuguesa nortenha ehehehe dahhhh

Bjokas

Bernardo Moura disse...

Diria mais, burras louras!:)
Bjs.

Anónimo disse...

Cum carago , que historião da vida de um garoto que fez tudo para ficar desempregádo.
E logo para as obras , não podias arranjar para PM.
Chiça penico o PUTO fana cigarros e joga ás cartas .
Que exemplo carago.
touaqui42

Bernardo Moura disse...

É um puto traquina!

RIC disse...

«Mas que bem que fica o falar do Puorto posto em palabras escritas, carago! Estoue facinado!... E num custa nadica a percebere. Que baum!»

Abração! :-)

GMaciel disse...

:)))))
Bernardo, agora digo eu, porque não ilustras esta estória e a publicas??? A tua estória com a ilustração do António, já imaginaste o sucesso????
Pensa nisso.
:)

Miss Alcor disse...

LOOOOOOOOOOLLLLLLLL!!!!!! Genial! Adoro estas histórias! São geniais! Geniais mesmo! ;)

Bernardo Moura disse...

Muito obrigado a todos!
Graça,
será uma ideia!:)
Abraços e beijos