quinta-feira, abril 05, 2007

CUM CANUDO!



"UnI sem diplomados em Engenharia Civil em 1996, diz jornal"
"Um estudo do Ministério do Ensino Superior revela que em 1996 não houve nenhum aluno diplomado em Engenharia Civil, pela Universidade Independente (UnI), dado que vem contrariar os documentos, apresentados ao diário Público, que indicavam que José Sócrates havia concluído a sua licenciatura em Engenharia Civil no dia 8 de Setembro de 1996.
Segundo pode ler-se na edição desta quinta-feira do jornal Público, que teve acesso ao levantamento estatístico Diplomados (1993/2002), elaborado em 2004 pelo Observatório da Ciência e do Ensino Superior (OCES), só se licenciaram na UnI, no ano de 1996, alunos dos cursos de Ciências da Comunicação (67) e de Relações Internacionais (25)."
Como se pode ler anda aqui uma grande “salsada”. Então o nosso Primeiro – Ministro formou-se num ano em que mais ninguém se formou!? Terá sido o único aluno desse ano? Terá tido oportunidade de batalhar arduamente num curso pós – laboral onde era o único? Não entendo. Como é que ele terá obtido o seu diploma? Só destas formas, e gostava de acreditar que realmente tal aconteceu, com um empenho, positivo, fora do normal a que Sócrates sempre nos habituou. Não sei, é tudo muito estranho. Alguém quer tramar o nosso Primeiro, parece-me. Ele sempre agarrou todos os seus projectos com unhas e dentes, por isso há engano, de certeza.

6 comentários:

Tongzhi disse...

Pois... aqui há gato.
Deve ser escondido com a pontinha do rabo de fora!!!

Bernardo Moura disse...

É o que parece!
Abraço

Miss Alcor disse...

Eu acho que o nosso primeiro é Mágico! Consegue fazer coisas que mais ninguém faz!

Ferreira dos Santos disse...

Engenheiro, o caraças! Pato-bravo, talvez! Senão vejamos...O prédio do Coutinhos que IA ser implodido, Foi?
Foi é feito pelo pai dele, o projecto deste monstro que continua e continuará lá, para vergonha do nosso país, país de merda!

GMaciel disse...

Olha, Bernardo, não é o único com falso canudo. Há muitos, no PS e no PSD, que o obtiveram no tempo do PREC, lembram-se? Passagens administrativas e o diabo a sete.
Depois vieram as privadas, que vendem mais canudos do que se conhece.
E assim se faz Portugal!!!

Bernardo Moura disse...

Querida Graça,
infelizmente é verdade.
Como dizes, é Portugal!
Bj