sábado, abril 21, 2007

POEMA










Simples.
Tão simples, como tão
Simplesmente o é.
A simplicidade das coisas
É fantástica.
Tudo começa simples,
Passa a complicado e
Depois repara-se
Que afinal era simples.
Que simples que é
Escrever.
Primeiro forma-se uma
Ideia complicada,
Depois vem a simplicidade
Após a primeira palavra.
Que simples é viver
O dia a dia.
Primeiro forma-se a
Ideia complicada,
Depois é simples.
É simples, tão simples
Que a simplicidade…
É simples.

6 comentários:

Anónimo disse...

Que bem SIMPLES seria um entendimento entre os SERES HUMANOS.
Mas vivemos num MUNDO CÃO.
Simples como isso.

Anónimo disse...

Simples que na pressa não assinei , as minhas desculpas.
touaqui42

Bernardo Moura disse...

Caro Touaqui42,
seria "SIMPLES", sim.
Mas parece que alguns Seres Humanos não querem.:(
Abraço

Tongzhi disse...

Neste teu comentário é que disseste tudo...
Alguns seres (des)humanos não querem!

GMaciel disse...

EXCELENTE, Bernardo.
Vês como é simples???
:)

Bernardo Moura disse...

É!:)
Beijo