terça-feira, setembro 16, 2008

PRATOS DO DIA 15-09-2008


- Câmara servia de banco a 'vice' de Valentim. É bestaial.
- João Martins conquista medalha de bronze em Pequim. BRAVO!
- Benavente: Tonelada de fuelóleo em afluente do Tejo. Que merda!
- Chávez: "Portátil português aguenta bombardeamentos". Aguenta TUDO! LOL
- Função pública vai perder 0,9% no valor dos salários. F***-se! C***lho!
- Avaliação de professores sem efeito nos contratos. Veremos.
- Regulador avisa que qualidade das análises clínicas está em risco. Há alguma coisa que esteja a funcionar bem?
- Odemira: Médico dentista sem formação assegurou Urgências. Inacreditavel.
- LBP cria plano de formação para condutores de ambulâncias. Acho muitissimo bem.

7 comentários:

Remelas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Remelas disse...

O chefe Vadim sugere:

Entrada:
Indemização por danos psicológicos regada com a puta de sorte de ser português

Prato Principal:
Subsidio vitalicio para a totalidade das despesas para viagem sem retorno para fora do país

Sobremesa:
Cu ao léu gelado com ranhocas e remelas a acompanhar polvilhado com raspas de sabão azul e branco

Bernardo Moura disse...

EHEHEHEHEH!!!
O teu cardapio é bom!
:)

miriamdomar disse...

-Como ele , há muitos !
-Bem haja! E bem vinda a medalha!
-Ainda pra mais esta!Já basta o país estar de negro, com a fome!
-Magalhães? É á prova de bala!
Imagina só ,quanto não vai perder, quem não pertencer á função pública!
-Então para que servem os avaliadores?
-Tudo é falível ,neste país !
-Só em Odemira? Uma médica radiologista, trabalhou 20 anos no Porto, sem ter o curso!
Formação?Tá bom! E seguros pra quando?

António Sabão disse...

Miriam, desculpa mas quem não pertencer à Função Pública não vai perder mas ganhar, coisa que tem acontecido há anos. Pelo que li, é verdade. Pergunta ao Bernas se ele leu o artigo todo!

António Sabão disse...

Reza assim...

São os parentes pobres dos assalariados portugueses - é que, no sector privado, desde 1998 até 2007, os salários foram valorizados em 10,4%, de acordo com os dados divulgados pelo Banco de Portugal.

Isto é o que está escrito no DN!
Vê no cartoonices um link que fiz para os "camelos" descontentes!?

Anónimo disse...

Em toda esta situação é de salientar um aspecto difundido pela comunicação social e que tem gerado confusão..este médico não é dentista, mas sim estomatologista..para quem desconhece, este senhor fez uma licenciatura de 6 anos em Medicina, posteriormente terá feito pelo menos mais 2 anos de medicina geral (internato geral) e mais tarde mais 4 anos da especialidade de Estomatologia (Internato Complementar)...e portanto será um médico com plenos direitos a exercer medicina geral desde que se sinta capacitado para tal...a licenciatura em medicina dentária existe em Portugal desde meados da década de 80..é um curso autónomo de Medicina (existe inclusivamente a Ordem dos Médicos Dentistas) com uma duração de 6 anos, com exercício autónomo da profissão no final da licenciatura apenas e somente na área da medicina dentária...relativamente à questão do suporte avançado de visa infelizmente este não é caso único porque de Norte a Sul do país a grande maioria dos clínicos não tem formação nesta área por falta de investimento governamental....