sexta-feira, outubro 26, 2007

POEMA (?)



Passeava por aqui e ali.
Não me interessava encontrar algo de particular.
Porque tudo é particular.
Observando o pôr-do-sol,
As aves dançando no ar.
Senti-me bem.
Senti-me em paz.
Os raios do Sol já não me feriam.
As nuvens vermelhas,
Aqueciam-me.
Calmamente caminhei.
Fui ouvindo os sons.
Os sons do ocaso.

7 comentários:

Sérgio Pontes disse...

Gostei do teu blog. Vou passar cá mais vezes!

Bernardo Moura disse...

Seja bem-vindo!

Bernardo Moura disse...

Esta "coisa" que escrevi é mesmo uma merda.

António Sabão disse...

Ora, lá estás tu! É muito bom! :)

Anónimo disse...

Nem queiras saber BM o bom do poema.
Neste momento estou aquecendo os presuntos estirádo no comp junto á janela, vendo o Oceano passar.
Vai por mim escreve carago.
"Para alcançar um objectivo, é necessário sonhar.... não perca tempo, largue tudo e vá dormir.
touaqui42

Bernardo Moura disse...

São tentativas que faço e todas as opiniões são bem-vindas, mesmo as que me dizem que não está bem, principalmente essas que me ajudam a corrigir e tentar evoluir.

Sarracenia purpurea disse...

Sim, temos poema :p
Beijos