quinta-feira, setembro 10, 2009

PINTO DE SOUSA(a.k.a. SÓCRATES)/LOUÇÃ(a.k.a.FRANCISCO)


Tirem as vossa conclusões DISTO !

4 comentários:

Jose Pedro disse...

Caro Bernardo:

Isto demonstra exactamente o que venho a dizer e a pensar há muito tempo sobre a nossa classe política!! são todos iguais!! Só querem é lá estar a receber o deles. O resto é só mais discurso ou menos discurso. Resolvem-se algumas coisitas (bem ou mal não interessa) durante a legislatura, em tempo de eleições inventam-se estradas e obras para o "zé povo" ver obra, e, de resto, é passar os dias a dizerem mal uns dos outros, obter altos cargos, altos conhecimentos, e, claro, altos rendimentos!!

O que a maioria das pessoas se esquece é que ser político não é ser o salvador da pátria. Ser político é apenas um emprego, uma função como outra qualquer. A função de quem está no governo é gerir os dinheiros publicos, promover obras e difundir (tipo marketing) as medidas bem sucedidas (das mal sucedidas nem se fala porque não convém). A oposição tem a função de contrariar quem está no governo. Não passa de um emprego. No fim do dia juntam-se todos, após terem dito mal uns dos outros, e lá vão eles jantar juntos e depois às meninas... Boa vida! É o que é!! Estas captações ilustram isso!! Durante a entrevista eram inimigos figadais, antes ou depois, trocam piropos e falam de vida social.

Jose Pedro disse...

Já agora, e isto também para calar aqueles que acham que o que digo é uma autêntica teoria da conspiração, investiguem uma coisa muito simples.

Investiguem a roupa que estes senhores que tanto dizem preocuparem-se com as condições de vida e de trabalho dos portugueses vestem!! Investiguem e depois não caiam de queixos no chão!! O Sr. José Sócrates compra fatos na loja mais cara do mundo (cada fato dava para pagar 10.000 salários mínimos, no mínimo). Vergonhoso!! O Sr. Francisco Louçã, que tradicionalmente nunca ou quase nunca usa fato completo ou gravata (uma vez que o sei eleitorado target tradicional é a classe mais pobre), engana-nos bem a todos. Apesar do aspecto, à partida mais singelo e desportivo, é dos que mais caro veste na Assembleia da República. São casacos da Hugo Boss ou acima disso. Sempre. Investiguem e vão ver se estou a conspirar! E andam estes "espertos" a comer a cabeça à nossa gente!!

Jose Pedro disse...

Já agora, e isto também para calar aqueles que acham que o que digo é uma autêntica teoria da conspiração, investiguem uma coisa muito simples.

Investiguem a roupa que estes senhores que tanto dizem preocuparem-se com as condições de vida e de trabalho dos portugueses vestem!! Investiguem e depois não caiam de queixos no chão!! O Sr. José Sócrates compra fatos na loja mais cara do mundo (cada fato dava para pagar 10.000 salários mínimos, no mínimo). Vergonhoso!! O Sr. Francisco Louçã, que tradicionalmente nunca ou quase nunca usa fato completo ou gravata (uma vez que o sei eleitorado target tradicional é a classe mais pobre), engana-nos bem a todos. Apesar do aspecto, à partida mais singelo e desportivo, é dos que mais caro veste na Assembleia da República. São casacos da Hugo Boss ou acima disso. Sempre. Investiguem e vão ver se estou a conspirar! E andam estes "espertos" a comer a cabeça à nossa gente!!

BERNARDO MOURA disse...

Caro José Pedro,
"No fim do dia juntam-se todos, após terem dito mal uns dos outros, e lá vão eles jantar juntos e depois às meninas... Boa vida! É o que é!! Estas captações ilustram isso!! Durante a entrevista eram inimigos figadais, antes ou depois, trocam piropos e falam de vida social.".

Só quem anda de olhos tapados e diz a típica frase: " Eu não percebo nada de política, nem quero perceber " é que não conhece a realidade que falas.
O problema reside num só ponto, é que parece que maior parte dos portugueses andam de olhos tapados.

"O Sr. José Sócrates compra fatos na loja mais cara do mundo (cada fato dava para pagar 10.000 salários mínimos, no mínimo).".

Tenho algum conhecimento sobre isso.
O Sr. Pinto de Sousa compra as suas fatiotas em Beverly Hill`s numa das mais lojas mais caras do planeta.
Quanto ao Sr. Louçã, não sei onde ele compra os seus "trapos", mas numa qualquer, digna, feira não é.

Ab