sábado, janeiro 27, 2007

UMA BOA NOTICIA!











«Reviravolta no caso Esmeralda»
"Procurador de Torres Novas vai defender que pai adoptivo fique com a menina"

(FONTE:SICONLINE)

Fiquei muito contente com esta notícia!
Parece que se vai fazer justiça neste país!
Coisa rara nos dias que correm.

15 comentários:

kaska disse...

Parece que se vai fazer justiça, fico muito contente.

Bernardo Moura disse...

Também eu!

Baldur disse...

quem acha que fazer artificialmente que a miuda fique com osraptores sabendo que tem um pai e que estes a impediram de o ver e de crescer com ele éa vossa noção de justiça vou ali já venho..

Vejo que voc~es devem ser uns emotivos e qui~´a um bocadinho simplórios de espirito....

Enfim....uns manipulados...

Alberto Filipe disse...

Detesto ouvir alguem chamar palhaço a outro, mas por escrito ainda é mais duro. Por isso os palhaços devem estar no circo, uma profissão muito digna, e não estar nos blogs a fazer de conta.

Bernardo Moura disse...

Baldur,
eu nem respondo.

Bernardo Moura disse...

"Regresso de menina pode valer liberdade a sargento"
Fonte: J.N.

Carlos disse...

Parece me evidente que a aplicação da justiça neste caso nao é o mais importante. Em primeiro lugar está o a estabilidade da criança. E chamar de raptores as pessoas que acolheram uma criança entrega pela mãe biologica, não me parece mt inteligente...

Bernardo Moura disse...

Caro Carlos,
Concordo plenamente contigo.
Abraço

Bernardo Moura disse...

«Caso Esmeralda»

"Constitucional autoriza recurso de «pais adoptantes»
O Tribunal Constitucional (TC) deu razão no «caso Esmeralda» ao «casal adoptante» que quer manter a tutela da menina e que assim poderá contestar a sentença de Torres Novas que atribuiu o poder paternal ao pai biológico"

Fonte: Sol/Lusa

Aguardemos pelo resultado que espero obviamente que seja a atribuição da tutela da menina ao "casal adoptante".

Sofia Pimenta disse...

Tenho perguntado muitas vezes a mim mesma por que razão é que este homem quer a criança. Um homem que não quis perfilhar a filha, que nunca a quis ver, que nunca tratou dela, que nunca a amou, para que a quer agora? Eu acho sinceramente esta sua atitude muito estranha.. Será que este homem iria tratar bem dela? As crianças dão muito trabalho! É preciso ter muita paciência! É preciso dar-lhes muito mimo para elas se sentirem felizes! Este homem terá o perfil necessário para vir a ser um bom pai? Quem garante? Quem pode acreditar que ele lhe tenha algum amor? Com que leviandade se poderá entregar assim uma criança a um homem que ela nunca viu?
O seu verdadeiro PAI é o homem que a criou desde os três meses, que a acarinhou, que lhe deu um lar.
O significado da palavra "pai" é só um: é aquela pessoa que cuida, que protege,que ama a criança e que a prepara para a vida.
Que iria ser desta criança se agora lhe roubassem os "pais" e a metessem numa casa muito diferente da dela com pessoas totalmente desconhecidas para ela? Não era destruí-la?
Será isso que a justiça portuguesa quer? Não quero acreditar...

Bernardo Moura disse...

Eu também não quero acreditar e sei que a justiça vai ser feita.
Se tal não acontecer então considero que este pais se tornou numa "republica das bananas".

Alberto Moura disse...

Sou pai de três filhos biológicos, um de 30 anos outro de 28 e uma de 27, tenho um neto com 10 anos tenho mais dois filhos adoptados há cerca de 9 meses ele com 14 anos ela com 13, será que posso dizer alguma "coisinha" sobre o assunto?
Se alguém achar que sim, diga que eu continuo.
Para já só tenho a dizer que o adoptante desta menina de quem se fala é um grande HOMEM.

Bernardo Moura disse...

Obviamente que acho que sim!
Deve!:)
Abraço

carlos disse...

Faça o favor, senhor Alberto. Alguem como o sr. tem pelo menos a experiencia de criar os seus e aqueles que "tomou" como seus...

Bernardo Moura disse...

"O primeiro-sargento Luís Gomes, condenado pelo Tribunal de Torres novas a seis anos de prisão pelo crime de sequestro agravado da menor Esmeralda, pode também vir a ser punido pelo Exército. Uma decisão que será tomada apenas quando o processo transitar em julgado, ou seja, depois de todos os recursos que decorrem nos vários tribunais estiverem concluídos e confirmarem a medida da pena aplicada."

jornal de Noticias de 05-01-2007