segunda-feira, janeiro 22, 2007

GANGS



"Professor identifica guetos de pobreza ou de exclusão na AML"

"O investigador Jorge Malheiros defendeu hoje que não existem guetos étnicos ou gangs organizados na Área Metropolitana de Lisboa (AML), durante um seminário promovido pela PSP e pelo Alto Comissariado para a Imigração e Minorias Étnicas." (Fonte:J.N.)

Pois claro que não. Gangs não existem, mas GRUPOS organizados...aí...humm...talvez...já não sei...haverá?

2 comentários:

RIC disse...

Claro que não, Bernardo! Não são norte-americanos suburbanos que se organizam na AML... Logo, não haverá gangs. Mas «grupos marginais», pelos vistos, não foram detectados. Será que o «estudo» se esqueceu de apanhar o comboio para Sintra?...
:-)

Bernardo Moura disse...

É realmente não são grupos suburbanos norte-americanos, mas não sei se o "estudo" terá passado pela Zona J, pela Cova da Moura e etc... Duvido muito.
Como deves saber eu vivo no Norte e vou de vez em vez a Lisboa e pelo que vejo e não ando propriamente a fazer um estudo sei perfeitamente que existem grupos organizados em Lisboa e arredores, não sei para que é que vêem com esta conversa? Para tentar tapar os olhos de quem?
Enfim, mas valia estarem quietos e calados porque só se descredibilizam.
Abraço