quinta-feira, novembro 27, 2008

PU-EMINHO




Era uma vez o Zé Pedro

Estava a passear e tropeçou num rochedo

Partiu um pé e ficou sem um dedo

Estendido no penedo
, o Zé Pedro gritava:
"Ai que medo!"

5 comentários:

Bernardo Moura disse...

Está es pe cta cu la re!

Mesmo ES PE CTA CU LA RE!

ALIÁS, LIIINNNNDDOOOOOOO!!!!!!!

:))))))

Andreia Vilhena disse...

Ora muito "ubrigado"!

Bernardo Moura disse...

Nunhe tenhe de quêe.

stériuéré disse...

(continuação.....)
Foi atrás de um arvorêdo...
Ui, que tem um cu que mete medo!!!!!!
Tá boa Andreia

Anónimo disse...

O mais alentejano dos alentejanos...


Três amigos alentejanos a esgrimirem as suas qualidades:·
- Ê so tão preguiçoso que no outro dia, vi uns maços de notas no chão, e não os apanhê p'rá nã ter que m'agachari.

Prossegue um outro:
- Isso nã é nada. A minha vizinha super-sexy tocou-me à porta, a convidar-me para ir passar a noite à casa dela e eu recusei p'ra nã ter que atravessar a rua.

E o terceiro:
- Pois o mê caso foi piori. No domingo fui ao cinema e passei o filme todo a chorari.
- Só isso? - Comentaram os outros.

- É que ao sentar-me, entalê os tomates e não estive p'ra me levantari!

touaqui42