sexta-feira, novembro 14, 2008

POST ABERTO


ESPAÇO ABERTO!

VALE TUDO!

MENOS PONTAPÉS NOS T..!:)

25 comentários:

Bernardo Moura disse...

Um "Motard" entra num bar da 24 de julho e pede uma cerveja e está por ali entretido a bebê-la. Entretanto cá fora, uns tipos que perceberam que ele não era da cidade decidem roubar-lhe a mota.

O "motard" sai à rua para se ir embora e dá pela falta da sua querida companheira. Entra de novo furioso no bar,saca de um pistolão que levava debaixo do blusão de cabedal, dá 2 tiros para o ar e grita:
- Roubaram a minha mota!! Eu vou ficar aqui a beber mais uma cerveja,quando acabar vou sair e quero a minha mota lá outra vez senão faço o que fiz no outro dia em Cascais!!

Gera-se grande burburinho, pessoas que saiem a correr, outras que se escondem e o "motard" continua calmamente a beber a sua cerveja.
Passados uns minutos, atira a garrafa para o chão, dirige-se para a porta, abre-a e vê a sua mota.
Nesse momento toda a gente suspira de alívio e o barman arrisca:
-Já agora Sr.,o que foi que fez em Cascais?
-Fui a pé para casa!

Bernardo Moura disse...

Colegas
Quando recebi o vosso e-mail fui ao site dos CTT tentar saber se lá existia esta campanha porque me pareceu um pouco estranha atendendendo não ao seu propósito mas à forma como era efectuada a ajuda. No meio de milhares de cartas como saber quais as que provinham de crianças carenciadas? Não quer dizer que a ideia não seja boa e original mas temos de ter cuidado com estes apelos e confirmar sempre se são credíveis! Como passei em tempos por uma situação desagradável por querer ajudar e acreditar que ninguém fazia apelos envolvendo situações desesperadas de risco de vida etc.. resolvi seguir os conselhos da DECO sobre estes assuntos. Gostaría de saber e compreender o que "ganham" as pessoas com este tipo de situações!?
Fica aqui o esclarecimentos dos CTT e a forma correcta de todos podermos ajudar!
Um abraço da colega e amiga
maria de lourdes
PS: Sugería-vos esclarecerem quem vos enviou o e-mail e a quem entretanto o enviaram.

Exma. Sra.
Maria Clemente
Gostaríamos, desde já, de agradecer o seu contacto, que mereceu a nossa melhor atenção.
Lamentamos informar que Os CTT, não estão envolvidos nesta "Campanha" pelo que esclarecemos que qualquer envio carece do porte devido, desta forma a informação a circular na INTERNET, é falsa.
Informamos que os CTT estão envolvidos no projecto de Acção Social bastante mais abrangente, que passamos a expôr:
De acordo com o Projecto de Luta Contra a Pobreza e Exclusão Social, informamos que de dia 1 de Dezembro de 2008 a 31 de Agosto de 2009, os CTT convidam os cidadãos de todo o País a fazer donativos em géneros para um número alargado de instituições de solidariedade social, nacionais e locais, de uma maneira fácil, rápida e eficaz.
De um lado, os portugueses solidários, do outro lado, as Instituições que todos os dias, no terreno, ajudam quem mais precisa.
Os CTT fazem a ponte entre estes dois, disponibilizando a sua Rede de Atendimento (Estações de Correios) a título gratuito e voluntariamente para o donativo de géneros e/ou pecuniário às Instituições aderentes.
Disponibilizando gratuitamente nas Estações de Correios, sacos e caixas de transporte para os bens doados: é só colocar o bem solicitado, endereçar à instituição de solidariedade seleccionada e enviar. Estas caixas de transporte chegarão ao seu destino através da Rede de Distribuição dos CTT.
Lembramos que, para qualquer informação ou esclarecimentos mais detalhados, poderá consultar o nosso site www.ctt.pt ou ligar para a Linha CTT através do 707 26 26 26.
Com os nossos melhores cumprimentos,
Sara Francisco
Customer Service

Andreia Vilhena disse...

Boa táctica, para ser aplicada em PORTUGAL

No outro dia, quando me ia deitar, notei que havia pessoas dentro da minha
garagem, a roubar coisas.
Eu liguei para a polícia, mas disseram-me que não havia ninguém por perto
para ajudar, mas que iriam mandar alguém assim que fosse possível.
Eu desliguei.
Um minuto depois liguei de novo: 'Olá, disse eu, Eu liguei há bocado
porque estavam pessoas na minha garagem. 'Já não é preciso virem depressa,
porque eu matei-os'.
Passados alguns minutos, estavam meia dúzia de carros da polícia na área,
uma ambulância e uma unidade do INEM.
Eles apanharam os ladroes em flagrante.
Um dos polícias disse:
'Pensei que tivesse dito que os tinha morto'.
Ao que eu respondi:
'Pensei que me tivesse dito que não havia ninguém disponível.'

Andreia Vilhena disse...

A mulher diz:
Tens que dizer ao nosso filho para não casar com aquela Bruxa!!!!!

O marido responde:
Eu não digo nada porque quando foi a minha vez também ninguém me avisou !!

Andreia Vilhena disse...

"Muda a Hora!"
Tinha acabado de entrar o "horário de verão".
Na paragem do autocarro, estavam uma velhinha, a sua neta e dois fulanos conversando.
Um deles pergunta ao outro: João, que horas são?
Responde o outro: Três na nova e duas na velha!
E a velha, sem entender do assunto: E cinco na tua mãe, seu filho da p**** !!!

Andreia Vilhena disse...

Um homem está na cozinha, fritando um ovo, quando a sua esposa chega e
começa a gritar, como uma louca:

PÕE MAIS ÓLEO!!! PÕE MAIS ÓÓÓÓÓLEOOOO!!! VAI COLAR AO
FUUUUUUNDO...CUIDADO!!! VIRA, VIRA, ANDA VIRA... RÁÁÁÁPIDO!!! VAI,
CUIDADO! CUIDADO!!! VAI ESPIRRAR...!!!!!! PARECE QUE É LOUCO. VAI
ENTORNAR... AI, MEU DEUS! O SAAAAAAALLLL!!!!! NÃO ESQUEÇAS O
SAAAAAALLL!!!

O homem, trêmulo, transtornado e irritado com os beeeerroooos, pergunta:
- Por que é que estás a fazer isso?!? Achas que eu não sei fritar um ovo?

E a esposa, bem calma, responde:

- Nada de especial, isto é só para teres uma ideia do que fazes comigo
quando eu conduzo!!

Andreia Vilhena disse...

Aconteceu com uma professora que dava aula aos seus alunos sobre as diferenças entre os ricos e os pobres.
Júlia levanta o dedo:
- Professora, o meu pai tem tudo: televisão LCD, telescópio, gravador de DVD...
- Tudo bem, diz a professora, mas será que tem uma lancha?
Júlia reflecte e diz:
- Bem, não...
A professora disse:
- Estás a ver, é como eu disse, não podemos ter tudo.
- Professora, disse o Artur, o meu pai tem tudo: ele tem várias TVs LCD, telescópio,gravador de DVD, lancha...
- Sim, responde a professora, mas será que tem um jacto particular?
- Depois de reflectir, Artur responde:
- Bem, não...
- Estás a ver que não se pode ter tudo na vida. Disse a professora.
Joãozinho levanta o dedo e diz:
- Meu pai, senhora Professora, agora tem tudo!

No sábado passado, quando a minha irmã apresentou o namorado benfiquista, o meu pai disse:
- PUTA QUE PARIU!!!!! ERA SÓ O QUE ME FALTAVA!!!!!!!!!!!

Andreia Vilhena disse...

Um homem entrou no BCP, foi à caixa e disse:
-"Eu quero abrir a porra duma conta, na merda deste banco, se "faxavor!"

A rapariga da caixa, estupefacta, perguntou:
-"O Senhor desculpe, mas acho que não ouvi bem o que disse? Não se importa de repetir?"
-"Bem, veja lá se ouve desta vez, caralho! Eu disse, que quero abrir a porra de uma conta, na merda deste banco! Comé?? Demora muito?"

Ela pediu licença, e foi contar a desagradável situação ao gerente, que concordou que ela não era obrigada a ouvir tal palavreado.

Dirigiu-se com ela ao balcão, e interpelou o homem:
-"O Senhor importa-se de me dizer o que se passa? Há algum problema?"
-"Foda-se, não há merda de problema nenhum! Eu é que ganhei os 25 milhões no Euromilhões e quero abrir a porra duma conta, na merda deste banco! Foda-se!"
-Ah! Percebo perfeitamente... e esta puta está a complicar as coisas ao Senhor Doutor, não é verdade?"

Bernardo Moura disse...

Pensamentos do dia



Pensamentos do dia: Escolher o que melhor se adaptar...

Um homem é como um soalho flutuante: Se for bem montado pode ser
pisado durante mais de 30 anos.

As calorias são pequenos animais que moram nos roupeiros e que durante
a noite apertam a roupa das pessoas.

Os problemas do nosso país são essencialmente agrícolas: excesso de
nabos; falta de tomates e muito grelo abandonado.

O trabalho fascina-me tanto que às vezes, fico parada a olhar para ele.

Casamento é um relacionamento a dois, no qual uma das pessoas está
sempre certa e a outra é o marido.

A mulher está sempre ao lado do homem, para o que der e vier; já o
homem, está sempre ao lado da mulher que vier e der.

Se fores chata as tuas amigas, perdoam;
Se fores agressiva as tuas amigas, perdoam;
Se fores egoísta as tuas amigas, perdoam;
Agora experimenta ser magra e linda!
Tas lixada!

O amor é como a gripe, apanha-se na rua, resolve-se na cama!

O excesso de sexo provoca amnésia e outras merdas que agora não me lembro...

Os 'cornos' não existem! Isso são merdas que te colocaram na cabeça. Okey?

Portugal é um país geométrico: é rectangular e tem problemas bicudos
discutidos em mesas redondas, por bestas quadradas!

A diferença entre Portugal e a República Checa é que esta tem o
governo em Praga e Portugal tem a praga no governo.

Não procures o príncipe encantado. Procura, antes, o lobo mau: ouve-te
melhor; vê-te melhor e ainda te come.

Toda a gente se queixa de assédio sexual no local de trabalho. Ou isto
começa a ser verdade ou então despeço-me!!!

A mulher do amigo é como a bota da tropa; também marcha!

O cérebro é um órgão maravilhoso. Começa a trabalhar logo que
acordamos e só pára quando chegamos ao serviço.

O teu computador é como uma carroça: tem sempre um burro à frente!!!

Qual a diferença entre uma dissolução e uma solução?
Uma dissolução seria meter um político num tanque de ácido para que se dissolva.
Uma solução seria metê-los a todos.

O homem é o único animal que pode permanecer, em termos amigáveis, ao
lado das vítimas que pretende comer, antes de comê-las

A infidelidade e a devolução de um cheque resultam ambos da mesma situação:
FALTA DE COBERTURA.

Chocolate não engorda, quem engorda é você.

Bernardo Moura disse...

O advogado e o alentejano

Um advogado todo "da linha de Cascais", vai caçar patos para o Alentejo.

Dá um tiro, acerta num pato, mas o bicho cai dentro da propriedade de umlavrador.

Enquanto o advogado saltava a vedação, o lavrador chega no tractor epergunta-lhe o que estava ele a fazer.

O advogado respondeu:
- Acabei de matar um pato, mas ele caiu na sua terra, e agora vou buscá-lo.

O velhote responde:
- Esta propriedade é privada, por isso não pode entrar.

O advogado, indignado:
- Eu sou um dos melhores advogados de Portugal!
Se não me deixa ir buscar o pato eu processo-o e fico-lhe com tudo o quetem!

O lavrador sorriu e disse:
- O senhor não sabe como é que funcionam as coisas no Alentejo!
Nós aqui temos o Código Napoleónico!
Nós resolvemos estas pequenas zangas com a Regra Alentejana dos TrêsPontapés.

Primeiro eu dou-lhe três pontapés;
depois você dá-me três pontapés;
e assim consecutivamente até um de nós desistir!

O advogado já se estava a sentir violento há um bocado, olhou para o velho epensou que era fácil dar-lhe uma carga de porrada.

Por isso, aceitou resolver as coisas segundo o costume local.

O velho, muito lentamente, saiu do tractor e caminhou até perto do advogado.

O primeiro pontapé, dado com uma galocha bem pesada, acertou directamentenas bolas do advogado, que caiu de joelhos e vomitou.

O segundo pontapé quase arrancou o nariz do advogado.

Quando o advogado caiu de cara, com as dores, o lavrador apontou o terceiropontapé aos rins, o que fez com que o outro quase desistisse.

Contudo, o coração negro e vingativo do advogado falou mais forte.
Ele não desistiu, levantou-se, todo ensanguentado, e disse:
- Bora, velhote! Agora é a minha vez!

O lavrador sorriu e disse:
- Nah! Eu desisto! Leve lá o pato!

Bernardo Moura disse...

The Day the Penis asked for a Raise





I, the Penis, hereby request a raise in salary for the following reasons:
I do physical labor.
I work at great depths.
I plunge headfirst into everything I do.
I do not get weekends or public holidays off.
I work in a damp environment.
I work in a dark workplace that has poor ventilation.
I work in high temperatures.
My work exposes me to contagious diseases.
Sincerely,





P. Niss


The Response:





Penis:
After assessing your request, and considering the arguments you have raised, the administration rejects your request for the following reasons:
You do not work 8 hours straight
You fall asleep after brief work periods.
You do not always follow the orders of the management team. You do not stay in your designated area and are often seen visiting other locations.
You do not take initiative - you need to be pressured and stimulated in order to start working.
You leave the workplace rather messy at the end of your shift. You don't always observe necessary safety regulations, such as wearing the
correct protective clothing.
You will retire well before you are 65.
You are unable to work double shifts.
You sometimes leave your designated work area before you have completed the assigned task.
And if that were not all, you have been seen constantly entering and exiting the workplace carrying two suspicious-looking bags.
Sincerely,

V. Gina

Bernardo Moura disse...

Pergunta o miúdo à mãe:

- Ó mãe, o qué um insete ?
- Ê cá nã sê, preguntá mana ...!
- Ó mana, o qué um insete ?
- Pôs nã sê... preguntó pai ...!
-Ó pai, o qué um insete ?
-Ó mê granda burre... um insete sã Oite ...!

cassamia disse...

estou cá com uma puta de uma comichão.... dasssss

Silvia F. disse...

Eh! Devagar que ainda estou nessa cena dos CTT... bem me pareceu ser fraude!
Agora sim vou ler as anedotas e aliviar a comichão à Cassamia, quer dizer, dependendo onde ela tem comichões! :))

cassamia disse...

A "superioridade" dos tripeiros

Diz o 1º lisboeta:
- Eu tenho muito dinheiro. Vou comprar o BPI!

Diz o 2º lisboeta:
- Eu sou ainda mais rico... vou comprar a Fiat Automóveis!

Diz o 3º lisboeta:
- Eu sou um magnata. Vou comprar todos os supermercados Continente!

O tripeiro dá uma baforada no cigarrito, engole a saliva... faz uma
pausa... cospe no chão e diz:
- Num Bendo!...

miriamdomar disse...

Um politico encontra um amigo, também politico.
-Quero te comunicar que hoje decidi tomar uma das mais importantes decisões da minha vida!
-O que foi?
-Vou me separar!
-Acho uma boa decisão!
-A sua mulher realmente é uma vagabunda.E todo o mundo aqui da Assembleia já dormiu com ela .
-Eu estava pretendendo me separar do partido...

xico man disse...

Ai cuitadinho que eu sou não chego com os pés ao chão!!!!!!!!

stériuéré disse...

SECAS:
-Um gajo era taum baixinho que, quando espirrava, morria afogado no próprio ranho!
-Uma gaja que , era tão magra, tão magra que, quando comia uma banana, pensava que o namorado tinha deixado o pénis enfiado na barriga dela!
-Um gajo era tão alto que, quando tropeçava demorava 365 dias a chegar ao chão!
-Era um gajo tão seco, tão seco que, quando mijava, saía mijo em pó!
-E aquela mulher que era tão feia mas, tão feia, tão feia que, quando se virava para o espelho desmaiava com o medo!

António Sabão disse...

Um homem está a passear pelo Alentejo quando vê um alentejano a cavar sentado.
Diz ele:
- Então... O senhor cava sentado?
- Pois é... Já tentei dêtado, mas nã dá jêto nenhum...

Bom fim-de-semana

Bernardo Moura disse...

Penso que o assunto está já esclarecido.

abraço

Bernardo Moura disse...

E se Obama fosse africano?
Por Mia Couto
Os africanos rejubilaram com a vitória de Obama. Eu fui um deles. Depois de uma noite em claro, na irrealidade da penumbra da madrugada, as lágrimas corriam-me quando ele pronunciou o discurso de vencedor. Nesse momento, eu era também um vencedor. A mesma felicidade me atravessara quando Nelson Mandela foi libertado e o novo estadista sul-africano consolidava um caminho de dignificação de África.
Na noite de 5 de Novembro, o novo presidente norte-americano não era apenas um homem que falava. Era a sufocada voz da esperança que se reerguia, liberta, dentro de nós. Meu coração tinha votado, mesmo sem permissão: habituado a pedir pouco, eu festejava uma vitória sem dimensões. Ao sair à rua, a minha cidade se havia deslocado para Chicago, negros e brancos respirando comungando de uma mesma surpresa feliz. Porque a vitória de Obama não foi a de uma raça sobre outra: sem a participação massiva dos americanos de todas as raças (incluindo a da maioria branca) os Estados Unidos da América não nos entregariam motivo para festejarmos.
Nos dias seguintes, fui colhendo as reacções eufóricas dos mais diversos recantos do nosso continente. Pessoas anónimas, cidadãos comuns querem testemunhar a sua felicidade. Ao mesmo tempo fui tomando nota, com algumas reservas, das mensagens solidárias de dirigentes africanos. Quase todos chamavam Obama de "nosso irmão". E pensei: estarão todos esses dirigentes sendo sinceros? Será Barack Obama familiar de tanta gente politicamente tão diversa? Tenho dúvidas. Na pressa de ver preconceitos somente nos outros, não somos capazes de ver os nossos próprios racismos e xenofobias. Na pressa de condenar o Ocidente, esquecemo-nos de aceitar as lições que nos chegam desse outro lado do mundo.
Foi então que me chegou às mãos um texto de um escritor camaronês, Patrice Nganang, intitulado: " E se Obama fosse camaronês?". As questões que o meu colega dos Camarões levantava sugeriram-me perguntas diversas, formuladas agora em redor da seguinte hipótese: e se Obama fosse africano e concorresse à presidência num país africano? São estas perguntas que gostaria de explorar neste texto.
E se Obama fosse africano e candidato a uma presidência africana?
1. Se Obama fosse africano, um seu concorrente (um qualquer George Bush das Áfricas) inventaria mudanças na Constituição para prolongar o seu mandato para além do previsto. E o nosso Obama teria que esperar mais uns anos para voltar a candidatar-se. A espera poderia ser longa, se tomarmos em conta a permanência de um mesmo presidente no poder em África. Uns 41 anos no Gabão, 39 na Líbia, 28 no Zimbabwe, 28 na Guiné Equatorial, 28 em Angola, 27 no Egipto, 26 nos Camarões. E por aí fora, perfazendo uma quinzena de presidentes que governam há mais de 20 anos consecutivos no continente. Mugabe terá 90 anos quando terminar o mandato para o qual se impôs acima do veredicto popular.
2. Se Obama fosse africano, o mais provável era que, sendo um candidato do partido da oposição, não teria espaço para fazer campanha. Far-Ihe-iam como, por exemplo, no Zimbabwe ou nos Camarões: seria agredido fisicamente, seria preso consecutivamente, ser-Ihe-ia retirado o passaporte. Os Bushs de África não toleram opositores, não toleram a democracia.
3. Se Obama fosse africano, não seria sequer elegível em grande parte dos países porque as elites no poder inventaram leis restritivas que fecham as portas da presidência a filhos de estrangeiros e a descendentes de imigrantes. O nacionalista zambiano Kenneth Kaunda está sendo questionado, no seu próprio país, como filho de malawianos. Convenientemente "descobriram" que o homem que conduziu a Zâmbia à independência e governou por mais de 25 anos era, afinal, filho de malawianos e durante todo esse tempo tinha governado 'ilegalmente". Preso por alegadas intenções golpistas, o nosso Kenneth Kaunda (que dá nome a uma das mais nobres avenidas de Maputo) será interdito de fazer política e assim, o regime vigente, se verá livre de um opositor.
4. Sejamos claros: Obama é negro nos Estados Unidos. Em África ele é mulato. Se Obama fosse africano, veria a sua raça atirada contra o seu próprio rosto. Não que a cor da pele fosse importante para os povos que esperam ver nos seus líderes competência e trabalho sério. Mas as elites predadoras fariam campanha contra alguém que designariam por um "não autêntico africano". O mesmo irmão negro que hoje é saudado como novo Presidente americano seria vilipendiado em casa como sendo representante dos "outros", dos de outra raça, de outra bandeira (ou de nenhuma bandeira?).
5. Se fosse africano, o nosso "irmão" teria que dar muita explicação aos moralistas de serviço quando pensasse em incluir no discurso de agradecimento o apoio que recebeu dos homossexuais. Pecado mortal para os advogados da chamada "pureza africana". Para estes moralistas – tantas vezes no poder, tantas vezes com poder - a homossexualidade é um inaceitável vício mortal que é exterior a África e aos africanos.
6. Se ganhasse as eleições, Obama teria provavelmente que sentar-se à mesa de negociações e partilhar o poder com o derrotado, num processo negocial degradante que mostra que, em certos países africanos, o perdedor pode negociar aquilo que parece sagrado - a vontade do povo expressa nos votos. Nesta altura, estaria Barack Obama sentado numa mesa com um qualquer Bush em infinitas rondas negociais com mediadores africanos que nos ensinam que nos devemos contentar com as migalhas dos processos eleitorais que não correm a favor dos ditadores.
Inconclusivas conclusões
Fique claro: existem excepções neste quadro generalista. Sabemos todos de que excepções estamos falando e nós mesmos moçambicanos, fomos capazes de construir uma dessas condições à parte.
Fique igualmente claro: todos estes entraves a um Obama africano não seriam impostos pelo povo, mas pelos donos do poder, por elites que fazem da governação fonte de enriquecimento sem escrúpulos.
A verdade é que Obama não é africano. A verdade é que os africanos - as pessoas simples e os trabalhadores anónimos - festejaram com toda a alma a vitória americana de Obama. Mas não creio que os ditadores e corruptos de África tenham o direito de se fazerem convidados para esta festa.
Porque a alegria que milhões de africanos experimentaram no dia 5 de Novembro nascia de eles investirem em Obama exactamente o oposto daquilo que conheciam da sua experiência com os seus próprios dirigentes. Por muito que nos custe admitir, apenas uma minoria de estados africanos conhecem ou conheceram dirigentes preocupados com o bem público.
No mesmo dia em que Obama confirmava a condição de vencedor, os noticiários internacionais abarrotavam de notícias terríveis sobre África. No mesmo dia da vitória da maioria norte-americana, África continuava sendo derrotada por guerras, má gestão, ambição desmesurada de políticos gananciosos. Depois de terem morto a democracia, esses políticos estão matando a própria política. Resta a guerra, em alguns casos. Outros, a desistência e o cinismo.
Só há um modo verdadeiro de celebrar Obama nos países africanos: é lutar para que mais bandeiras de esperança possam nascer aqui, no nosso continente. É lutar para que Obamas africanos possam também vencer. E nós, africanos de todas as etnias e raças, vencermos com esses Obamas e celebrarmos em nossa casa aquilo que agora festejamos em casa alheia.

Bernardo Moura disse...

A Lili Caneças vai ao médico para fazer um tratamento revolucionário anti-rugas (mais um):

- A sra. só terá de colocar um parafuso no topo da cabeça, escondido no couro cabeludo. Sempre que aparecerem rugas basta girar o parafuso que a sua pele é puxada para cima e as rugas desaparecem.
Quer experimentar?
- Claro, Dr. Isso parece o máximo!

Seis meses depois volta para uma consulta:
- Dr., essa técnica do parafuso é óptima, fantástica, mas apareceram-me estes papos por baixo dos olhos!
- Minha Sra. esses papos são as mamas. E se não deixar o parafuso quieto, daqui a 15 dias vai ter barba!

Bernardo Moura disse...

A Ministra da Educação entra na clínica onde tinha marcado uma consulta de cardiologia.
Após cerca de uma hora de espera é chamada ao consultório, dizendo-lhe o médico de imediato:
- Por favor dispa-se e abra as pernas .
Espantada, a Ministra da Educação responde:
- Mas, Sr. Dr. ... eu marquei uma consulta de cardiologia.
E o médico esclarece-a de imediato:
- Eu sei, minha senhora, mas eu sou o médico de substituição e sou ginecologista.

Bernardo Moura disse...

PORQUÊ?

" Adopção : Mais de setenta casos de adopção sem sucesso nos últimos três anos. "

Alguém me explica como se eu tivesse 4 anos?

Anónimo disse...

Impotente a 300%



Duas amigas encontram-se.

Já não se viam há muito tempo e puseram a conversa em dia.
- Então como vais? Tá tudo bem contigo?
- Vou andando... o meu marido está com um grande problema ...
- Que problema?
- Está Impotente a 300% ...
- A 300%?... eu só conhecia a 100% ...

- A 100% eu já sabia.... mas agora entalou os dedos numa porta....e para agravar o problema. ... tem a língua queimada ...

touaqui42