segunda-feira, janeiro 26, 2009

BOTA SENTIDO


No caso Freeport.

No que te dizem ao ouvido.

Na roupa interior que usas.

No nariz do empregado do café.

Nas vezes que urinas.

Nos copos de água que bebes.

No que comes com as mãos.

Na forma como falas.

No papel higiénico que gastas.

Nas horas que dormes.

Nos blogues que visitas.

Nas músicas que ouves.

No tamanho de uma árvore.

Na temperatura ambiente.

No hálito das pessoas que te falam perto.

No mel.

No momento em que arrotas.

Nos post`s que são escritos neste espaço.

Na tua pele. Ama-a.

Nos teus olhos. Ama-os.

Nos teus dentes. Ama-os.

No teu rosto. Ama-o.

No teu sexo. Ama-o

No corpo que tens. Ama-o.

Na vida que tens. Ama-a.

Nas pessoas que te amam. Ama-as.

No ambiente que te rodeia. Ama-o.

No teu espaço. Ama-o.

Na forma como abordas as pessoas. Trata-as bem mesmo que elas te tratem mal. (é a arma mais fodida)

Nos animais. Ama-os.

AMA A PUTA DA VIDA, PORQUE SENÃO A VIDA TORNA-SE PUTA!


7 comentários:

cassamia disse...

à tua última frase que me acordou: saravá, oxalá, amén!!!!

beijo

Bernardo Moura disse...

De certeza!

:)

Bj

tronxa disse...

tens razao... a educaçao numa discussao, é fodida!!!

eheheheheeh

costumo dizer k aproveito cada inspiraçao, é um milagre termos tido a oportunidade de respirar este arzinho!!

bjnhs

Bernardo Moura disse...

Amiga Tronxa,
obrigado!

:)

Bj

Andreia Vilhena disse...

...e se a vida se torna puta, o que fazemos da puta da vida? Que puta de merda!

Bernardo Moura disse...

Puta-que-pariu mesmo.

:(

Horushu disse...

Grande texto, Bernardo! Parabéns!