domingo, maio 03, 2009

DIA DA MÃE!

Hoje é o Dia da Mãe.

O dia de todas as mães.

Vou falar um pouco da minha mãe.

A minha mãe é uma mulher fantástica.

É um ser humano fora do normal. Sempre pronta a ajudar o próximo, de uma bondade extrema.

A minha mãe trava lutas contra todas as injustiças, que vão aparecendo ao longo dos tempos. Quando entra nas “lutas”, não se resigna até sentir que o justo foi feito.

Faz várias e fez várias obras em prol da sociedade. Não se gaba dela e não gosta que a referenciem como “ a pessoa fantástica “. Faz o que faz, porque simplesmente sente que o deve fazer. E eu, como homem, como indivíduo, como filho sinto um grande orgulho na grande senhora que é a minha mãe.

A minha mãe sofre demais com os problemas externos, não se consegue defender, ter uma “ pitada ” de egoísmo para que com o uso dele se defenda do sofrimento.

É uma mulher de armas.

É uma mulher alegre.

É uma mulher que espalha a alegria.

É uma mulher que cultiva e gosta de se cultivar.

Jamais baixou os braços, em momentos de muita dificuldade, e jamais baixará.

A minha mãe tem tantas qualidades que esmagam por completo qualquer pequeno defeito.

É a minha mãe! UM DOCE!

Apetece-me falar um pouco de outras mães.

As minhas avós e a minha mulher.

A minha avó paterna desapareceu cedo demais. Tenho uma enorme pena de não ter tido a benesse de a ter a acompanhar-me durante mais tempo.

Do que me lembro.. Era um doce! Uma senhora extremamente importante para todos os que com ela conviviam, pois tratava-se de um “ pilar “, sábia! Ponderada, honesta, amiga, lindíssima e um sem número de qualidades, que melhor do que eu só mesmo o meu pai, as minhas tias ou o meu avô podem descrever.. UM DOCE!

A minha avó materna também desapareceu cedo demais. Tenho pena de não ter o previlegio de a ter a acompanhar-me durante mais tempo.

Uma senhora extremamente bondosa. Católica. Respeitadora. De uma educação eximia.

Durante a sua vida orientou várias vidas para o sucesso.

Extremamente dócil e dedicada à família. Sempre preocupada com o “ clã “.

Orientou em muitas alturas, muito lhe tenho a agradecer.

São tantas qualidades, que quando queremos escrevê-las, dá-las a conhecer é difícil. UM DOCE!

A minha mulher é uma excelente mãe.

As qualidades da minha mulher são demasiadas, por vezes até lhe digo: “ Inventa um defeito, pá!”, mas ela não cede.

A vida não lhe tem mostrado caminhos fáceis, mas ela encontra-os, constrói-os.

Em relação à forma como age, em tudo, como mãe é sempre no sentido do bem estar da filha, SEMPRE!

É a minha mulher! UM DOCE!

Bernardo Moura



5 comentários:

Sofia Formozem disse...

Meu menino,

Tu é que és mesmo um Doce!

Vês-me assim, porque me amas muito...eu sei.

Sabes também que eu te amo muiiiiiiito e incondicionalmente.


Mãe

tronxa disse...

so conheço uma das tuas "mulheres" e pareceu-me uma kerida!!

e tu para seres o "puto" porreiro k és, tambem deves ter tido mts "boas mulheres" (e homens) a educarem-te!!!

bjnhssss bernardo e parabens á tua mae, sim, por te ter educado tao bem!!

Luis Portugal disse...

Olá BM
Ainda bem que vamos tendo a faculdade do conhecimento e reconhecimento. Depois de tudo quanto escreveu e acredito serem palavras de alguém que ama, que bom é irmos vivendo perante mulheres tão nobres e na nossa mente existir a recordação de grandes mulheres.Parabéns à senhora sua mãe, sua digníssima esposa e com certeza à grande pessoa que foi sua avó.
Um abraço amigo e que Deus assim O queira.
Uma Boa semana para si extensivo a «essas» Senhoras.

Alexandre Fernandes disse...

magnífico bernardo. um dia vou querer escrever como tu. xD

Horushu disse...

Olá Bernardo,

A minha mãe faz hoje 70 anos.

Um abraço amigo,

do Jorge