segunda-feira, maio 12, 2008

IRENA SENDLER


"Irena Sendler, a enfermeira polaca que salvou cerca de 2500 crianças de serem encaminhadas para campos de concentração nazi, morreu esta segunda-feira num hospital de Varsóvia, aos 98 anos, informou a sua família.Sendler foi considerada como uma das grandes heroínas da resistência polaca ao nazismo, bem como da segunda guerra mundial, tendo estado nomeada para o Prémio Nobel da Paz.Em declarações à TSF, Ester Muznich, da Comunidade Judaica em Portugal, recordou Irena Sendler como um «mulher absolutamente extraordinária».«Em 1940, Irena Sendler juntou-se à resistência polaca e começou a ir ao Gueto de Varsóvia para levar ajuda e alimentos, onde se deparou com a situação terrível que ali se vivia», recordou.Sendler organizou a saída de cerca de 2500 crianças do Gueto de Varsóvia, quando os nazis deitaram fogo ao Gueto, matando os seus ocupantes ou mandando-os para campos de concentração.Durante dois anos e meio, Irena Sendler conseguiu ludibriar os nazis e fazer sair do Gueto adolescentes, crianças e bebés, muitos deles disfarçados sob a forma de pacotes, e enviá-los para o seio de famílias católicas, para orfanatos, conventos ou fábricas."
(fonte:TSF)

O planeta está de luto.

5 comentários:

Sónia Pessoa disse...

Não conhecia a história, obrigada. Grande mulher. Grande ser humano.

Beijoca

António Sabão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
António Sabão disse...

De facto há pessoas excepcionais. Só não concordo com os pacotes enviados para fábricas! De resto tudo bem!

Bernardo Moura disse...

Querida Sónia,
sem dúvida que foi uma GRANDE mulher.
Bj

Bernardo Moura disse...

Sem dúvida, António.
Essa dos pacotes enviados para fábricas não atingi.
Ab