quinta-feira, dezembro 11, 2008

OPINIÃO DE UM GAJO QUE DE VEZ EM QUANDO OPINA!

Não entendo porque é que determinadas pessoas e entidades estão, constantemente a achar que os programas de humor gozam com elas.
Não se trata de gozo mas sim de sátiras, brincar com.
Infelizmente muitas pessoas não sabem rir. Não sabem rir de si o que não é saudável.
Gozar é completamente diferente, que não é o caso.
Peço a essas pessoas que aprendam a rir.
Por exemplo, o scketch que está em baixo não é um GOZO à Igreja mas sim uma brincadeira saudável.
As pessoas riem-se de si, por norma, quando lhes desenham uma caricatura em papel e gostam de mostrar. Nos scketch`s dos programas acaba, também por ser uma caricatura, obviamente que noutro formato.
Riam-se.


13 comentários:

António Sabão disse...

Excelente! É verdade o que escreveste! :)
Abraço

Armindo Guimarães disse...

Bastante oportunas as palavras do Bernardo acerca dos programas de humor, em especial sobre aqueles que se lançam na difícil tarefa de fazer rir com arte, que o mesmo é dizer com inteligência.

E, tal como também diz o Bernardo, bom humorista é aquele que se ri de si próprio. Se assim não for, duvido que seja humorista.

E não se pode confundir uma sátira com uma ofensa, mesmo que essa sátira por vezes nos custe a engolir.

Gostei deste post.

Abraços

Bernardo Moura disse...

Caro Sabão,
eu acho mesmo que sim.

Abraço

Bernardo Moura disse...

Caro Armindo,
obrigado!

:)

Abraço

Rafeiro Perfumado disse...

Estranho é as entidades "gozadas" não perceberem que a sua reacção só vem aumentar a visibilidade do "gozo". Tansos...

Abraço!

Miriamdomar disse...

Eu concordo contigo!
Mas acho que nem toda a gente, tem inteligência ou sensibilidade suficiente, para fazer rir!
Como também acho que nem toda a gente, tem inteligência ou sensibilidade suficiente, para perceber a piada!
É muito mais dificil fazer rir, do que fazer chorar!
Bjs

Bernardo Moura disse...

Caro Rafeiro,
pois é.

Ab

Bernardo Moura disse...

Querida Miriamdomar,
pois. Mas muitas pessoas compreendem as piadas mas parecem automatizadas para dizer mal e tentar "desfazer" só porque sim. É triste.

Bj

andreia vilhena disse...

Este sketch, quanto a mim, está muita bem esgalhado!
Não vejo ali qualquer insulto ou gozo.
É humor, e do bom!


Bjo

Bernardo Moura disse...

Também eu.
Mas há muita gente que não, infelizmente.

Bjs

Anónimo disse...

O velho acaba de morrer. O padre vê o corpo e rasga-se em elogios:
- Diz que o finado era um óptimo marido, um excelente cristão, um pai exemplar!...
A viúva vira-se para um dos filhos e diz-lhe ao ouvido:
- Vai até ao caixão e vê se é mesmo o teu pai que está lá dentro...

touaqui42

escarlate.due disse...

LOL está demais!!

rir é das coisas mais saudaveis que podemos fazer, uma bela forma de conservar a juventude facial e a sanidade mental.
rir de si próprio é uma capacidade que nem todos têm e é pena, porque quem não sabe rir de si mesmo, dificilmente aprenderá a rir espontâneamente do que o rodeia e não terá de certeza capacidade para fazer rir seja quem for.
é quase como aquela frase: se não gostar de mim, quem irá gostar?!

Bernardo Moura disse...

Cara escarlate.due,
é isso mesmo.

Bj