quarta-feira, março 08, 2006

Tentativa de burla...













Ontem telefonaram-me de uma empresa de seu nome "LGN", que me abordou porque eu lhes devia à volta de 600€, por ter a minha papelaria publicitada no site deles.
Disseram que foi um contrato feito via telefone com uma das operadoras da empresa em Fevereiro de 2005. Em Fevereiro de 2005 eu ainda não tinha iniciado actividade sequer. Então tentaram corrigir e disseram que afinal tinha sido no dia 6 de Junho de 2005. Bom, no mês de Junho de 2005 a minha loja estava em obras e eu não tinha o telefone ligado. Entretanto disseram-me para consultar o site deles para ver como era veridico. Após várias tentativas a pesquisar,lá, disseram-me para tentar em Papelaria Papiro, o nome da minha papelaria é "PAPYRU´S", enquanto eu ouvia de fundo a sujeita a receber instruções, e lá apareceu. Com o tempo que passou foi o suficiente para montarem um site inteiro, quanto mais para colocarem os meus dados.
A certa altura disse-lhes que não pagava, que nunca fiz nenhum contrato e que se quisessem que me colocassem em tribunal, eles responderam que o contrato ficaria automaticamente renovado por mais um ano, e o valor seria cada vez maior.
A certa altura resolvi fazer-me de lorpa e até lhes disse para passarem na minha papelaria para receber, pois queria ver até onde isto ia.
Entretanto perguntei-lhes:" Se realmente tenho uma factura a saldar convosco, assinei um contrato, vocês concerteza têm o meu numero de contribuinte, certo? Podem me dizer qual é?" Resposta:" Ah! Isso...Bom, teriamos de ligar para Lisboa para saber, e tal...".
Disse-lhes que se dirigissem cá à loja na mesma, mesmo com a curiosidade de ver até que ponto ia a lata deles. Hoje de manhã liguei-lhes para aparecerem cá por volta das 18:30, disseram que não podiam por isto e por aquilo, fartei-me e disse-lhes de lata:" Meus caros eu sei que isto é uma burla, só estava curioso para ver até onde vocês iam, mas deixem lá, não percam tempo." Resposta:"Bom, Ah... Bom dia Sr.Moura.".
Penso que se trata de uma das organizações que andam a retirar dados dos empresários através das listas telefonicas, que depois telefonam com estas lenga-lengas para ver se as pessoas pagam pelo menos o primeiro valor e para de seguida assinarem então o contrato, quando supostamente é a renovação do dito contrato. Como é que se há de denunciar estes gajos sem ter grandes chatices,ou seja, sem ter de passar pelas burocracias do costume e pagar valores de apresentação de queixa e afins?

6 comentários:

Bernardo Moura disse...

Bom, não é que ainda tiveram a lata de cá aparecer. Mal o sujeito se apresentou disse-lhe: " Vai-me desculpar, mas este assunto está encerrado." Resposta:" Ah... não sabia, e tal e tal..." Eu: " Eu telefonei de manhã cedo e já clarifiquei a minha posição, se vocês quiserem coloquem-me em tribunal, façam o que quiserem" Resposta: "Bom, sendo assim espero que tenha bons negócios e bom dia" Eu:" Eu, espero que vocês mudem de «negócios» e bom dia". O fulano saiu pacificamente e sem sequer tentar replicar.

Bernardo Moura disse...

O texto foi escrito a correr, não reparem nos erros!

Sofia Moura disse...

Que cena!!!!!!!!!!!!!!!!
Realmente era de conseguir que eles fossem ai ou dessem o nib!!!!
Ha milhares de empresas assim em Portugal! e não é fácil provar que estão a fazer ilegalidades, pois têm o esuqma bem montado!!!! É feito por "gente" que por sinal até é inteligente e ussa essa inteligência para roubar as pessoas!!!! Engraçado: nunca pedem pouco dinheiro, sempre acima dos 500€ deve ser para assustar as pessoas. Enfim....

Carlos Medina Ribeiro disse...

Resolve-se facilmente:

1 - Pede cópia da encomenda tua que têm de ter.

2 - Se não tiverem, pede a identificação de quem aparecer, e pede autorização para fazeres fotocópia do BI.

Deve chegar para desaparecerem logo.
Caso contrário, diz que o teu advogado os vai contactar.

E, acima de tudo, NÃO DÊS CONVERSA.

Bernardo Moura disse...

Caro Carlos,
Depois do que disse pessoalmente a um dos "burlões", penso que não vão tentar mais nada.
Mas de qualquer forma aqui fica o alerta para este tipo de situações, que pelo que me informei este tipo de golpe está a ganhar "terreno".

Bernardo Moura disse...

E não é que hoje, 3 de Abril, outra empresa me telefonou com a mesma lenga-lenga. Mas desta vez quem estava do lado de lá percebeu logo que eu sabia que era uma tentativa de burla foi mal criada e desligou-me o telefone na cara.
Cuidado com estas burlas.